21 dias para desbloquear a sua criatividade
e turbinar a sua escrita!

O Jogo do Escritor é a maneira mais rápida e mais divertida de começar a escrever ou melhorar os seus textos, seja para as redes sociais, blogs e sites ou mesmo para o seu livro!

Com este desafio, você vai:

Como funciona?

  • Ao se inscrever, você receberá os dados de acesso a uma área de membros.
  • A primeira tarefa é liberada assim que a sua inscrição for confirmada.
  • A partir de então, todos os dias uma nova tarefa é liberada na área de membros.
  • E, para você não se esquecer de acessar as suas tarefas, todos os dias você vai receber um e-mail com um lembrete!
  • Não se preocupe que as tarefas* são bem rápidas e detalhadamente explicadas lá na área de membros!

*O objetivo do Jogo é exclusivamente o seu desenvolvimento, então você não precisa postar as tarefas na plataforma nem enviar para ninguém.

Quem vai te guiar nessa jornada?

Rachel Agavino

Talvez você esteja se perguntando: “Quem é essa moça e por que ela quer me ensinar sobre edição e publicação de livros?”

É bem possível que você não me conheça, mas conheça o meu trabalho, mesmo que não saiba disso. Afinal, o trabalho editorial sempre esteve mesmo nos bastidores!

Nesses mais de 15 anos de carreira, trabalhei em grandes editoras cariocas (como Nova Fronteira, Record e Sextante) e prestei serviços de edição e tradução para tantas outras (como Ediouro, Objetiva, Intrínseca, Rocco).

Eu coordenei a edição brasileira do livro Inferno, do Dan Brown, numa operação ultrassecreta em Milão, para o lançamento mundial; fui a editora do texto final de Adultério, do Paulo Coelho, discutindo diretamente com ele o desenvolvimento de diversas passagens do livro; sou a tradutora de Extraordinário, de R. J. Palacio, o livro sobre o adorável menino com uma deformidade severa, que virou sucesso nos cinemas; além de muitos outros títulos. (São mais de 30 livros traduzidos, 150 editados e 300 coordenados.)

Em 2015, eu parecia ter tudo: era coordenadora editorial em uma das maiores editoras do Brasil, a Arqueiro (editora de ficção da Sextante), estava à frente de uma equipe de editores incríveis, tinha o melhor assistente que o mundo editorial já conheceu, meu relacionamento com os chefes era ótimo, meus rendimentos eram excelente para a média do mercado… Era o emprego dos sonhos!

Mas eu sentia que podia ajudar mais pessoas. Eu sabia que podia contribuir de uma forma mais ampla. Algo em meu coração dizia que eu tinha que ajudar autores que talvez jamais tivessem acesso a mim se eu continuasse exclusivamente na editora.

Então decidi dar um salto para fora da zona de conforto e alçar voo – e assim nasceu O Livro Aberto.

Além de continuar prestando serviços de tradução e edição para editoras, O Livro Aberto é uma empresa de consultoria, coaching e mentoria. Por meio das minhas aulas, palestras, cursos e atendimentos individuais, tenho a oportunidade de ajudar novos profissionais do livro a encontrarem seus caminhos e novos autores a darem voz às suas histórias e mensagens.

Hoje realmente sinto que estou fazendo tudo o que posso para ajudar pessoas como você, que sonham escrever um livro, mas não sabem exatamente como realizar esse sonho!

Afinal, eu acredito em livros. E livros só cumprem sua função quando são abertos.